FILHOS EM CASA E ISOLAMENTO SOCIAL – DICAS DA PSICOPEDAGOGA KARLA WEIGERT

  Por conta da pandemia do novo coronavírus a orientação é ficar em casa. Muitos familiares estão tendo que conciliar os trabalhos profissionais com o cuidado dos filhos. Haja repertório de atividades e brincadeiras para entreter as crianças todo dia, o dia todo! Uma boa dica é manter uma rotina bem estabelecida, planejando o dia a dia da criança com um cronograma para higiene, alimentação, atividades escolares, lazer e tempo livre. Criem um ambiente organizado destinado ao aprendizado por meio de atividades lúdicas.

Usem e abusem da criatividade para as crianças gastarem energia. Construções com lego, patinação de meia, brincadeiras com bexiga, cabanas, karaokê on-line, criar brinquedos com sucata, desenhar, pintar, escrever cartinhas para os amigos e professores. Para os maiores, quebra-cabeça, jogo da memória, inventar o próprio jogo de tabuleiro, criar roupas para os bonecos, massinha de modelar caseira, colecionar figurinhas, jogos de adivinhação, brincadeira de luz e sombra, sessão de cinema em casa, caça ao tesouro, cuidar das plantas e do jardim. Incluir as crianças nas atividades diárias também é uma maneira de entretenimento e desenvolve o senso de responsabilidade e a autoconfiança. Incentive-os a guardar os brinquedos, ajudar a cozinhar e organizar pequenas coisas da casa, aumentando o grau de dificuldade da tarefa de acordo com a idade. Façam desses momentos  atividades prazerosas para a criança, não se esquecendo de reconhecer os seus pequenos esforços.

Por meio  das atividades lúdicas, as crianças acabam sendo motivadas a produzir e oferecer soluções às situações-problema, uma vez que os jogos e as brincadeiras estimulam as várias inteligências, permitindo que a criança se envolva em tudo que esteja realizando de forma prazerosa e significativa. O lúdico é um dos incentivadores na compreensão e na constituição de esquemas de raciocínio, além de ser uma forma de aprendizagem diferenciada e expressiva.  Por meio do lúdico, promove-se o desenvolvimento e a aproximação de habilidades e potencialidades fundamentais à apropriação de processos psicológicos complexos necessários à construção do conhecimento, provocando uma aprendizagem significativa que ocorre gradativamente e inconscientemente de forma correspondente, tornando-se um grande aliado no processo de ensino-aprendizagem da criança. Aproveitem o momento para brincarem com os filhos, estreitar laços e reforçar a conexão entre familiares.

Os laços afetivos são fundamentais para que seus filhos cresçam felizes, seguros e saudáveis.

Karla Weigert dos Santos

Pedagoga-Psicopedagoga

CBO 2394-25